Category: letra V


1985 – Memories (Demo)

1985 – Violeta de Outono (EP)

1987 – Violeta de Outono


1988 – The Early Years

1989 – Em Toda Parte

1995 – Eclipse

1999 – Mulher na Montanha

2000 – Live at ArtRock Festival ´97

2000 – Reflexos da Noite

2005 – Ilhas
2007 – Volume 7

Capinhas

Voivod – Infini (2009)


Voivod – Infini (2009)


Vanishing Point Soundtrack


01 The J. B. Pickers – Super Soul Theme
02 Bobby Doyle – The Girl Done Got It Together
03 Jimmy Walker – Where Do We Go From Here?
04 Jimmy Reed – Welcome To Nevada
05 Segarini & Bishop – Dear Jesus God
06 The Doug Dillard Expedition – Runaway Country
07 Delaney & Bonnie & Friends – You Got To Believe
08 The Jimmy Bowen Orchestra And Chorus – Love Theme
09 Eva – So Tired
10 The J. B. Pickers – Freedom Of Expression
11 Mountain – Mississippi Queen
12 Big Mama Thornton – Sing Out For Jesus
13 Segarini & Bishop – Over Me
14 Kim & Dave – Nobody Knows

DOWNLOAD

Van Halen

REPOSTAGEM – LINKS ATUALIZADOS
A família Van Halen era uma família de músicos. O pai de Edward e Alex tocava clarinete, e os dois aprenderam a tocar piano (clássico) desde cedo. Mais tarde, resolveram trocar o instrumento por uma guitarra e uma bateria. O curioso é que Eddie tocava bateria e Alex, guitarra! Com o tempo, Alex se interessou pela bateria e logo estava tocando melhor que o irmão, que decidiu ir tocar a guitarra. Troca maravilhosa se pensarmos nos músicos em que se tornaram. Isso tudo se deu no final dos anos 60 e início dos 70. Os irmãos faziam covers em algumas bandas; quando no momento, Eddie, que fazia os vocais nas bandas em que tocava na época, conheceu David Lee Roth em 1972, que havia se mudado para a Califórnia e até então fazia parte da banda The Red Ball Jets, e o convidou para ser o vocalista e começaram a tocar juntos.

Foi numa noite, enquanto dividiam um show com uma banda chamada Snake, que eles conheceram Michael Anthony (que era o vocalista e baixista). Mike foi convidado a tocar com eles, mais tarde pediram que se juntasse à banda, que se chamava então, Mammoth. Nessa época, descobriram que havia outra banda nos E.U.A. com esse mesmo nome, foi decidido trocá-lo. Alguns nomes foram sugeridos mas acabaram decidindo pelo sobrenome dos irmãos Van Halen. Sendo assim, O Van Halen ficou constituído por David Lee Roth (vocal), Edward Lodewijk Van Halen (guitarra e teclado), Alex Arthur Van Halen (bateria) e Michael Anthony (baixo). A banda começou tocando covers e em pouco tempo se tornou a banda mais conhecida nos bares de Los Angeles

Em 76, quando tocavam num bar em Los Angeles, Gene Simmons (KISS) descobriu-os e decidiu fazer uma demo com a banda (cujo equipamento era todo emprestado!). A demo, que continha a primeira versão de Runnin’ with the Devil, que não deu muito certo, não sendo aceite pelas gravadoras. No ano seguinte, um produtor da Warner conheceu a banda (no mesmo bar em que Gene os encontrou) e contratou-os. Em 78 saiu o primeiro álbum: Van Halen.

O sucesso veio não só do público (que adorou a banda) mas também da crítica pela faixa Eruption, um solo de guitarra que elevaria Eddie Van Halen ao mais alto patamar da história da guitarra; e também pelo single “Jump” (do sexto disco, 1984, homônimo do ano de lançamento), colocando definitivamente o nome do Van Halen na história do rock.

Em Janeiro de 1983 a banda se apresentou no Brasil (e também na Argentina, no Uruguai e na Venezuela), para a sorte de quem foi, pois a banda não voltou desde então. (Wikipedia)

Edward Van Halen – guitar, piano, keyboards
Michael Anthony – bass
Alex Van Halen – drums
David Lee Roth – lead vocals (1974-85)
Sammy Hagar – lead vocals (1985-96 2004-present)
Gary Cherone – lead vocals (1996-99)

Discografia:


(1978) Van Halen

1. Runnin’ With the Devil 3:35
2. Eruption 1:42
3. You Really Got Me 2:38
4. Ain’t Talkin’ ‘Bout Love 3:49
5. I’m the One 3:46
6. Jamie’s Cryin’ 3:30
7. Atomic Punk 3:01
8. Feel Your Love Tonight 3:42
9. Little Dreamer 3:23
10. Ice Cream Man 3:20
11. On Fire 3:00


[RS] [80MB]


(1979) Van Halen II

1. You’re No Good 3:17
2. Dance the Night Away 3:09
3. Somebody Get Me a Doctor 2:54
4. Bottoms Up! 3:06
5. Outta Love Again 2:53
6. Light Up the Sky 3:12
7. Spanish Fly 1:02
8. D.O.A. 4:11
9. Women in Love… 4:09
10. Beautiful Girls 3:56


[RS] [30MB]


(1980) Women and Children First

1. And the Cradle Will Rock… 3:33
2. Everybody Wants Some! 5:08
3. Fools 5:56
4. Romeo Delight 4:19
5. Tora! Tora! 0:56
6. Loss of Control 2:39
7. Take Your Whiskey Home 3:11
8. Could This Be Magic? 3:09
9. In a Simple Rhyme 4:40


[RS] [30MB]


(1981) Fair Warning

1. Mean Street 5:01
2. Dirty Movies 4:07
3. Sinner’s Swing! 3:09
4. Hear About It Later 4:34
5. Unchained 3:29
6. Push Comes to Shove 3:48
7. So This Is Love? 3:06
8. Sunday Afternoon in the Park 1:58
9. One Foot Out the Door 1:57


[RS] [42MB]


(1982) Diver Down

1. Where Have All the Good Times Gone? 3:03
2. Hang ‘Em High 3:29
3. Cathedral 1:22
4. Secrets 3:27
5. Intruder 1:39
6. Oh, Pretty Woman 2:55
7. Dancing in the Street 3:46
8. Little Guitars (Intro) 0:42
9. Little Guitars 3:49
10. Big Bad Bill (Is Sweet William Now) 2:45
11. The Full Bug 3:22
12. Happy Trails 1:05


[RS] [43MB]


(1984) 1984

1. 1984 1:07
2. Jump 4:03
3. Panama 3:32
4. Top Jimmy 3:01
5. Drop Dead Legs 4:15
6. Hot for Teacher 4:42
7. I’ll Wait 4:42
8. Girl Gone Bad 4:34
9. House of Pain 3:20


[RS] [75MB]


(1986) 5150

1. Good Enough 4:05
2. Why Can’t This Be Love 3:47
3. Get Up 4:37
4. Dreams 4:54
5. Summer Nights 5:06
6. Best of Both Worlds 4:49
7. Love Walks In 5:11
8. “5150” 5:44
9. Inside 5:02


[RS] [59MB]


(1988) OU812

1. Mine All Mine 5:11
2. When It’s Love 5:36
3. A.F.U. (Naturally Wired) 4:28
4. Cabo Wabo 7:03
5. Source of Infection 3:58
6. Feels So Good 4:27
7. Finish What Ya Started 4:20
8. Black and Blue 5:24
9. Sucker in a 3 Piece 5:52
10. A Apolitical Blues 3:50


[RS] [68MB]


(1991) For Unlawful Carnal Knowledge

1. Poundcake 5:21
2. Judgement Day 4:38
3. Spanked 4:52
4. Runaround 4:21
5. Pleasure Dome 6:57
6. In ‘n’ Out 6:04
7. Man on a Mission 5:03
8. The Dream Is Over 3:59
9. Right Now 5:21
10. 316 1:29
11. Top of the World 3:52


[RS] [47MB]


(1993) Live: Right Here, Right Now

# Disc One
1. Poundcake 5:29
2. Judgement Day 4:52
3. When It’s Love 5:22
4. Spanked 5:09
5. Ain’t Talkin’ ‘bout Love 4:38
6. In ‘N’ Out 6:21
7. Dreams 4:49
8. Man on a Mission 4:50
9. Ultra Bass 5:15
10. Pleasure Dome 9:38
– Drum Solo
11. Panama 6:39
12. Love Walks In 5:14
13. Runaround 5:22

# Disc Two
1. Right Now 6:13
2. One Way to Rock 4:59
3. Why Can’t This Be Love 5:22
4. Give to Live 5:40
5. Finish What Ya Started 5:51
6. Best of Both Worlds 5:01
7. 316 11:38
8. You Really Got Me 7:58
– Cabo Wabo
9. Won’t Get Fooled Again 5:42
10. Jump 4:27
11. Top of the World 4:59

2 CDs
[RS] [193MB]


(1995) Balance

1. The Seventh Seal 5:18
2. Can’t Stop Lovin’ You 4:07
3. Don’t Tell Me (What Love Can Do) 5:56
4. Amsterdam 4:45
5. Big Fat Money 3:57
6. Strung Out 1:28
7. Not Enough 5:12
8. Aftershock 5:28
9. Doin’ Time 1:41
10. Baluchitherium 4:04
11. Take Me Back (Deja Vu) 4:42
12. Feelin’ 6:37


[RS] [73MB]


(1998) Van Halen III

1. Neworld 1:45
2. Without You 6:30
3. One I Want 5:30
4. From Afar 5:24
5. Dirty Water Dog 5:27
6. Once 7:42
7. Fire in the Hole 5:31
8. Josephina 5:42
9. Year to the Day 8:34
10. Primary 1:27
11. Ballot or the Bullet 5:42
12. How Many Say I 6:04


[RS] [88MB]

creditos collective colletion

Van Halen

fonte wikipedia

A família Van Halen era uma família de músicos. O pai de Edward e Alex tocava clarinete, e os dois aprenderam a tocar piano (clássico) desde cedo. Mais tarde, resolveram trocar o instrumento por uma guitarra e uma bateria. O curioso é que Eddie tocava bateria e Alex guitarra. Com o tempo Alex se interessou pela bateria, e logo estava tocando melhor que o irmão, que decidiu tocar guitarra. Isso tudo se deu no final dos anos 60 e início dos 70. Os irmãos faziam covers em algumas bandas, quando Eddie, que fazia os vocais nas bandas em que tocava na época, conheceu, em 1972, David Lee Roth, que havia se mudado para a Califórnia e até então fazia parte da banda The Red Ball Jets, e o convidou para ser o vocalista, e desde então começaram a tocar juntos.

Foi numa noite, enquanto dividiam um show com uma banda chamada Snake, que eles conheceram Michael Anthony (vocalista e baixista da banda em questão). Michael foi convidado a tocar com eles, e mais tarde pediram que se juntasse à banda, que se chamava então, Mammoth. Nessa época, descobriram que havia outra banda nos E.U.A. com esse mesmo nome, o que motivou a decisão de trocá-lo. Alguns nomes foram sugeridos, mas acabaram optando pelo sobrenome dos irmãos Van Halen. Sendo assim, a banda Van Halen ficou constituída por David Lee Roth (vocal), Edward Lodewijk Van Halen (guitarra e teclado), Alex Arthur Van Halen (bateria) e Michael Anthony (baixo). A banda começou tocando covers e em pouco tempo se tornou muito conhecida nos bares de Los Angeles.

Em 76, quando tocavam num bar em Los Angeles, Gene Simmons (Kiss) os descobriu e decidiu fazer uma demo com a banda (cujo equipamento era todo emprestado). A demo, que continha a primeira versão de Runnin’ With The Devil, não deu muito certo, não sendo aceita pelas gravadoras. No ano seguinte, um produtor da Warner conheceu a banda no mesmo bar em que Gene os encontrou e os contratou. Em 1978 saiu o primeiro álbum: Van Halen.

O sucesso veio não só do público, mas também da crítica, especialmente pela faixa Eruption – um solo de guitarra que elevaria Eddie Van Halen ao mais alto patamar da história da guitarra – e também pelo single “Jump” (do sexto disco, 1984, homônimo do ano de lançamento), colocando definitivamente o nome do Van Halen na história do rock.

Em 1983, Eddie Van Halen participou com um solo de guitarra da canção “Beat It”, do álbum Thriller do cantor Michael Jackson.

A banda lançou mais 5 álbuns nos cinco anos seguintes, mantendo a formação original. Em Janeiro de 1983 a banda se apresentou no Brasil (e também na Argentina, no Uruguai e na Venezuela), para a sorte de quem foi, pois a banda não voltou desde então.

A formação original durou até 1984, quando, por motivos de desentendimento, David Lee Roth deixou-a.

Em meados de 1985 Frank Zappa recomendou um novo vocalista, Sammy Hagar, para o Van Halen. Logo no primeiro encontro no estúdio, foi composta Summer Nights, indicando que Sammy seria o substituto perfeito. Em 1986, lançaram o 5150, um disco que não decepcionou os fãs que estavam empolgados com o sucesso de 1984, e que também se tornou o número 1 da parada norte-americana, com sucessos como Dreams e Why Can’t This Be Love?. Os fãs preocupados podiam agora dormir tranqüilos, pois o Van Halen estava de volta, com força total, novo vocalista, nova era.

Mais 4 LP’s e muito sucesso, e nova preocupação para os fãs. Sammy diz que foi despedido da banda, apesar de Eddie insistir que Sammy saiu amigavelmente e por vontade própria. Não se sabe ao certo, o fato é que David Lee Roth voltou para gravar duas músicas, Can’t Get This Stuff No More e Me Wise Magic, que seriam incluídas no Best Of Vol. 1, de 96. Dizem que isso provocou ciúmes em Sammy. Cogitou-se a idéia de uma volta à formação original, o que não aconteceu.

Ray Danniels, empresário da banda, sugeriu Gary Cherone (ex-Extreme) para a vaga de vocalista. Foi marcado um encontro no qual a banda o aceitou de imediato. No início de 1998, saiu o Van Halen III que foi um fracasso, sendo o único disco da banda que ficou abaixo da casa de 1 milhão de cópias vendidas, com apenas 500 mil. Eddie chegou a tocar bateria em algumas músicas, como se isso fosse necessário, e até mesmo a cantar em uma delas. Cherone não ficou muito tempo no novo emprego, deixando a banda logo após a turnê de divulgação do disco.

Eddie passa então por um momento turbulento, separa-se após anos de casamento e também tem diagnosticado um câncer na língua. O grupo fica em suspenso e Michael Anthony acompanha Sammy Hagar em sua turnê solo.

Em 1996 é lançada a coletânea “Greatest Hits – Volume I”, com duas músicas inéditas gravadas com David Lee Roth nos vocais. Mais uma confusão: David diz ao vivo na MTV que estava de volta à banda, inclusive haviam aparecido juntos em uma cerimônia de premiação, mas a banda nega e volta às férias.

Em 26 de abril de 2001, Eddie anunciou no site oficial da banda que fora examinado por três oncologistas e três neurocirurgiões, que afirmaram que ele estaria “mais saudável do que nunca e vencendo o câncer”.

Em 2004, Sammy Hagar volta a banda e grava a coletânea “The Best of Both Worlds” com 3 músicas inéditas, faz uma turnê pelos Estados Unidos e sai da banda novamente deixando os fãs a ver navios. Há muitos rumores sobre uma volta da banda com David Lee Roth nos vocais, mas enquanto isso não se concretiza a banda continua inativa.

Em 2005, depois de uma nota publicada pelo baixista Michael Anthony, no site oficial, voltou a se questionar sobre o futuro da banda.

Em 2006 Sammy e o baixista Michael Anthony saem do grupo, e após isso o filho de Eddie faz os primeiros ensaios no baixo. Novamente é cogitado retorno de Dave. Eddie grava solo, pela primeira vez, duas músicas (instrumentais) para um filme adulto “Sacred Sin: Catherine e Rise”. Ainda no mesmo ano, o site oficial da banda deixa de existir.

Em recente entrevista à revista “Guitar World Magazine”, Eddie Van Halen declarou aquilo que milhares de fãs do grupo esperavam: ele e seus companheiros estão prontos para seguir em frente. E, de preferência, com David Lee Roth.

“Eu converso com Dave e falo: ‘Cara, mexa-se, venha para cá e cante! Vamos lá'” – disse o líder do Van Halen. “Do jeito que a situação se encontra, a decisão depende de Dave. O que ele decidir disso tudo cabe somente a ele, mas nós já estamos prontos para seguir”.

Em agosto de 2007 a banda Van Halen convoca uma coletiva e anuncia o tão esperado retorno, agora com a formação: David Lee Roth, Eddie Van Halen, Alex Van Halen e Wolfgang Van Halen, filho de Eddie que entrou no lugar de Michael Anthony para tocar baixo.[1]

Tamanho: 1 Gb´s
Formato: mp3
Qualidade: 128 ~ 320 Kbps

Cd’s:

Van Halen
Van Halen II
Women and Children F
Fair Warning
Diver Down
1984
5150
OU812
For Unlawful Carnal
Balance
Van Halen III

Best of Volume I
The Best of Both Wor
The Best of Both Wor

Van Halen – Zero (1976)


Esse raro álbum, conhecido também como “GENE SIMMONS DEMOS”, é na verdade a reunião de todos os demos do Van Halen anteriores ao lançamento do primeiro álbum oficial. Eu acho imperdível… e a qualidade é muito boa!!!

1. On Fire 3:37
2. Woman In Love 3:25
3. House Of Pain 3:27
4. Runnin’ With the Devil 3:33
5. She’s the Woman 2:53
6. Let’s Get Rockin’ 3:08
7. Big Trouble 3:35
8. Somebody Get Me a Doctor 3:03
9. Babe, Don’t Leave Me Alone 2:55
10. Put Out the Lights 3:38

DOWNLOAD


creditos lagrima psicodelica

Tudo bem que a qualidade da gravação não seja lá essas coisas, mas o cd vale pelas raridades…

01 – Beer Drinkers
02 – On Fire ’76
03 – 79th and Sunset
04 – Honolulu Baby
05 – Summertime Blues
06 – Heartbrak Hotel
07 – Ain’t Talkin’ ‘Bout Love
08 – On Fire
09 – Black Star
10 – All That I Need
11 – Sleepless Nites
12 – Babe Don’t Leave
13 – Rock ‘N Roll Hoochie Koo
14 – Don’t Call Us
15 – I Wanna Be Your Love
16 – Eyes Of Nite
17 – Young And Wild

DOWNLOAD


creditos lagrima psicodelica

Outra grande banda que dispensa apresentações.

senha/password: lagrimapsicodelica

1978 – Van Halen I: Download

1979 – Van Halen II: Download

1980 – Women And Children First: Download

1981 – Fair Warning: Download

1982 – Diver Down: Download

1984 – 1984: Download

1986 – 5150: Download

1988 – OU812: Download

1991 – For Unlawfull Carnaval Knowledge: Download

1993 – Live Right Here, Right Now CD 1: Download

1993 – Live Right Here, Right Now CD 2: Download

1995 – Balance: Download

1996 – The Best Of Van Halen Vol. I: Download

1998 – Van Halen III: Download

creditos lagrima psicodelica

Velvet Underground

Texto retirado da maravilhosa página Carcasse

Na metade da década de 60, a população americana já sentia os primeiros efeitos da eminente e catastrófica derrota para o Vietnã, dez anos depois, em 1975. Os jovens não queriam ir à frente de batalha; pelo contrário, buscavam alternativas e justificativas para esquivarem-se de seu “dever cívico”. Emergia assim, junto a outras circunstâncias, a cultura hippie. Janis Joplin, The Grateful Dead e Jefferson Airplane, entre outros, eram Deuses do (novo) Rock.
Enquanto isso, no Instituto de Ensino Médio de Summit, Nova Jersey, no dia 11 de Dezembro de 1965, três bandas locais foram contratadas para entreterem o público formado de pais, alunos e professores. Após a agradável apresentação da primeira banda, 40 Fingers, entraram em cena, respectivamente, Lewis Alan Reed, mais conhecido como Lou Reed (compositor, guitarrista e vocalista), John Cale (baixo, viola elétrica, teclado), o alto e esguio Sterling Morrison (guitarra e baixo), e, por fim, posicionando-se de pé por trás da bateria, Maureen “Moe” Tucker, cuja entrada no grupo ocorreu dias antes devido à saída inesperada de Angus MacLise. Eram quatro sujeitos vestidos de negro, de cabelos compridos, posicionados no meio de um amontoado de instrumentos exóticos, mirando com seus negros óculos de sol a platéia boquiaberta. Chamavam-se The Velvet Underground, nome roubado do título do (para a época) pouco aclamado livro de Michael Leigh.

Então, num volume muito mais alto que o habitual, executaram os primeiros acordes de “Venus in Furs” (uma canção sobre sadomasoquismo) confirmando a primeira impressão: tratava-se de um bando de degenerados, próprios deste negócio perigoso que é o rock’n’roll para a juventude. Muitos deixaram o lugar aterrorizados. Para os que ficaram, a canção seguinte, “Heroin”, foi o cúmulo.

Inspirados por uma realidade marginal à maioria das pessoas, mas muito familiar a eles, cada membro acrescentava, a sua maneira, um pouco do ambiente degenerado de Nova York. Eram como moscas circulando por todo o ambiente fétido da metrópole: junkies, prostitutas, alcoólatras, viciados, travestis, homossexuais, traficantes e suicidas. Repeliam a beleza e a promissora esperança de novos e melhores tempos sustentados pelas bandas da década de 60. Lou Reed, como compositor, possuía um talento soberbo para encontrar, filtrar e retratar histórias tão amorais e sombrias em suas letras quanto para criá-las igualmente problemáticas na vida real. Acreditava num elo entre o rock e a literatura assim como acreditava controlar seu vício em drogas. Assim, apesar da considerável baixa receptividade, o concerto foi considerado pela banda um legítimo sucesso.

A banda logo conseguiu um contrato no Café Bizarre. A reação dos freqüentadores, em geral turistas, era tão desanimadora quanto ao incidente de dias atrás e, após duas semanas espantando os boêmios, foram despedidos. Apesar da desagradável experiência em palco, um insólito evento ocorreu-lhes ali. Andy Warhol, pintor pop já estabelecido no ramo artístico, também conhecido por seus filmes undergrounds – assim como Paul Morrissey, seu manager e cineasta de igual importância que o acompanhava – buscavam novos horizontes para a Fábrica: uma banda de rock. Desta maneira, orientado por Paul e Andy, a banda deveria adequar-se às exigências da Fábrica. “A Velvet era um grupo de gente totalmente insegura. Todos os dias estavam à beira de algo. E de repente chegou aquela garota para desintegrar o grupo” – confessa Moe anos mais tarde sobre a mudança mais significativa orientada: Nico, uma jovem atriz e cantora que conhecera Andy uma semana antes. Sua voz e sotaque nórdicos (era alemã) eram o contraponto que faltava para tamanha escuridão. Não que todas as alterações fossem aceitas passivamente pelos membros, ou melhor, por Lou, mas diante dos novos e promissores horizontes abertos por Warhol, aceitar a entrada de Nico não configurava um problema assim tão grave. Mas incomodava.

Selando um pacto fáustico, a banda aceitou as propostas de Warhol.
Tornaram-se The Velvet Underground and Nico.
11

Box – The Velvet Underground – Peel Slowly And See (5CD)

Disc: 1

1. Venus in Furs [Demo Version]
2. Prominent Men [Demo Version]
3. Heroin [Demo Version]
4. I’m Waiting for the Man [Demo Version]
5. Wrap Your Troubles in Dreams
6. All Tomorrow’s Parties [Demo Version]
.

Disc: 2
1. All Tomorrow’s Parties [Single Version]
2. Sunday Morning
3. I’m Waiting for the Man
4. Femme Fatale
5. Venus in Furs
6. Run Run Run
7. All Tomorrow’s Parties
8. Heroin
9. There She Goes Again
10. I’ll Be Your Mirror
11. Black Angel’s Death Song
12. European Son
13. Melody Laughter [Live]
14. It Was a Pleasure Then
15. Chelsea Girls
.
.
Disc: 3
1. There Is No Reason [Demo Version]
2. Sheltered Life [Demo Version]
3. It’s All Right (The Way That You Live) [Demo Version]
4. I’m Not Too Sorry (Now That You’re Gone) [Demo Version]
5. Here She Comes Now [Demo Version]
6. Guess I’m Falling in Love [Live]
7. Booker T. [Live]
8. White Light/White Heat
9. Gift
10. Lady Godiva’s Operation
11. Here She Comes Now
12. I Heard Her Call My Name
13. Sister Ray
14. Stephanie Says
15. Temptation Inside Your Heart
16. Hey Mr. Rain [Version 1]
,
.
Disc: 4
1. What Goes On [Live]
2. Candy Says [Alternate Closet Mix]
3. What Goes On [Alternate Closet Mix]
4. Some Kinda Love [Alternate Closet Mix]
5. Pale Blue Eyes [Alternate Closet Mix]
6. Jesus [Alternate Closet Mix]
7. Beginning to See the Light [Alternate Closet Mix]
8. I’m Set Free [Alternate Closet Mix]
9. That’s the Story of My Life [Alternate Closet Mix]
10. Murder Mystery [Alternate Closet Mix]
11. After Hours [Alternate Closet Mix]
12. Foggy Notion
13. I Can’t Stand It
14. I’m Sticking With You
15. One of These Days
16. Lisa Says
17. It’s Just Too Much [Live]
18. Countess from Hong Kong [Demo Version]
.
.
Disc: 5
1. Who Loves the Sun
2. Sweet Jane [Full Length Version]
3. Rock & Roll
4. Cool It Down
5. New Age [Full Length Version]
6. Head Held High
7. Lonesome Cowboy Bill
8. I Found a Reason
9. Train Round the Bend
10. Oh! Sweet Nuthin’
11. Satellite of Love
12. Walk and Talk It
13. Oh Gin
14. Sad Song
15. Ocean
16. Ride into the Sun
17. Some Kinda Love [Live]
18. I’ll Be Your Mirror [Live]
19. I Love You
.
.
.
The Velvet Underground – Nov. 3. 7.1966: The Epitours The Midwest

1. Melody Laughter (31:26)

2. Femme Fatale (3:10)
3. Venus In Furs (4:52)
4. The Black Angel’s Death Song (5:05)
5. All Tomorrow’s Parties (5:21).
6. I’m Waiting For The Man (4:44)
7. Heroin (7:00)
8. Run Run Run (9:06)
9. The Nothing Song (29:35)
.
.
.
1-9: Valleydale Ballroom, Columbus, Ohio, November 4, 1966.”Direct from original master”. Nice rendition – complete show, good sound – of the famous Columbus 1966 EPI show, supposedly from the original tape

The Velvet Underground – The Psychopath’s Rolling Stones

1. Star Spangled Banner (2:06)

2. White Light/White Heat (4:33)
3. I’m Waiting For My Man (4:07)
4. All Tomorrow’s Parties (5:14)
5. Run Run Run (8:48)
6. Guess I’m Falling In Love (4:11)
7. Venus In Furs (5:02)
8. Black Angel’s Death Song (2:53)
9. I Can’t Stand It (8:01)
10. Sheltered Life (2:51)
11. Vernissage (0:58)
12. Real Good Time Together (2:34)
13. Chelsea Girl (3:12)
14. Pale Blue Eyes (5:59)
15. I’ll Be Your Mirror (2:37)
16. The End (8:06)
17. “Bootlegging The Bootleggers”
.
Baixar parte 1 pelo Rapidshare
Baixar parte 2 pelo Rapidshare

1 : listed as “unreleased track, shortlisted as the intro to the 1993 concerts but later rejected” / 2, 3 : Max’s Kansas City, Summer 1970 / 4 : Valleydale Ballroom, November 4,1966 / 5 : Hilltop Festival, August 2, 1969 / 6 : Gymnasium, April 1967 / 7 : End Of Cole Ave, October 18, 1969 / 8, 15 : Bataclan, January 29, 1972 / 9 : The Matrix, late November – early December 1969 (pirated from official 1969 Live) / 10 : Ludlow street loft demo, early 1967 / 11 : radio ad for third LP / 12 : demo, late 1969 / 13. Nico & Joe Bidewell, BBC TV program on Chelsea Hotel, 1981 / 14. End Of Cole Ave, October 19, 1969 / 16 : Nico, live / 17 : not a VU-related track.
creditos lagrima psicodelica

VIOLETA DE OUTONO


VIOLETA DE OUTONO
Quando a trilha bifurca

Resgatando mas uma pérola,
eis mais uma matéria publicada na Revista BIZZ,
esta sobre a banda VIOLETA DE OUTONO

PS: Clique para baixar o pacote com as imagens
da matéria na íntegra em resolução maior.

>> DOWNLOAD <<
(863 Kb)
__creditos lagrima psicodelica____________